"E a vida existe e também é bonita. E se renova. Tem lados de luz."

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Rei, capitão, soldado ou ladrão?

Ela está na fila como todas as outras garotas, todas menos aquela que já conseguiu sua vez. Está esperando com seu chinelo de dedo, seu short por cima de uma blusinha velha, daquelas que as crianças sempre usam para brincar na rua, em seu cabelo sua avó fez uma trança, teve todo o capricho de ajeitar aqueles fios tão finos e lisos numa trança que já está quase destruída pelas brincadeiras.Sua franja ela empurra para trás, para não atrapalhar sua visão.
O som da corda batendo no asfalto da rua larga cheia de crianças e de senhoras fazendo seus artesanatos na pacata cidade é o lhe lhe agrada, mal sabe a pequena garotinha a nostalgia que esse som pode vir a trazer um dia. Um cachorro magrelo observa tudo da calçada, parece entender cada musica que aquelas crianças cantam, seja na corda ou nas brincadeiras de roda, parece saber de todas elas há muito tempo.
Como estamos nas férias de verão, o sol demora mais para se pôr, e nessa hora, às cinco, ou seis, o dia está completamente laranja. E as crianças gostam desses dias laranja, pois neles arrumam mais tempo para ficar na rua, batendo com seus chinelos no chão quente. Os meninos preferem as bolinhas de gude pelos terrenos baldios no bairro.
E sempre o mesmo verso recomeça"Com quem/ você/ pretende se casar/ loiro, moreno, careca, cabeludo..." e ela vibra a cada menina que erra, seu foco de visão é apenas a corda batendo, e os pés sujos das meninas... Torce para cada tropeço, para que assim chegue sua vez. Finalmente chega, e ela começa a pular, e pular, até que erra, mas não fica triste, apenas despeja na rua um riso tímido, volta ao fim da fila, sua mãe a chama para jantar, tomar banho e dormir (essas coisas que mães pedem em horas tão indevidas). A garota se despede dos amigos na rua, para que na manhã seguinte o ciclo de brincadeiras comece todo outra vez. Como ela gosta das férias de verão!

3 comentários:

  1. Meu favorito, minha escritora favorita!

    ResponderExcluir
  2. não tem tempos melhores que esses. Infância é um troço muito lindo.

    ResponderExcluir